..


Nesta quarta-feira (16), o prefeito de Irecê, Luizinho Sobral se reuniu com empresários que atuam no trecho que compreende a Praça do Feijão e apresentou o novo projeto de sua reconstrução. Com arquitetura moderna, paisagismo, estacionamento, padronização dos passeios, nova sinalização e pavimentação renovada, a nova Praça do Feijão vai dar uma nova cara ao centro da cidade.

 

O prefeito Luizinho Sobral, que apresentou o novo projeto aos comerciantes, disse que os investimentos serão com recursos próprios. O gestor também falou sobre os novos projetos que a prefeitura vai realizar durante o ano. “Vamos construir a nova Praça do Banco do Brasil, pavimentar mais de 70 ruas, construir a nova Rodoviária e apresentar em breve um grande pacote de investimentos em toda cidade”, finalizou o gestor.

 

Participaram do evento, os vereadores Paulinho do Destak, Léo da Unibel, Margarida Cardoso, Toinho do Judô e Joilton Silva, presidente da Câmara, além de secretários Municipais e técnicos da prefeitura.

O AUMENTO DE DESPESA PROPORCIONADO PELAS REIVINDICAÇÕES DAS ASSOCIAÇÕES DE POLICIAIS MILITARES DA BAHIA, APRESENTADAS NESTA QUARTA-FEIRA (16), ULTRAPASSA O LIMITE ORÇAMENTÁRIO DO ESTADO.

SEGUNDO O SECRETÁRIO DA SEGURANÇA PÚBLICA, MAURÍCIO BARBOSA, O CANAL DE NEGOCIAÇÃO CONTINUA ABERTO.

BARBOSA INFORMA QUE, NA TERÇA-FEIRA (15), ANTES DE LEVAR A PROPOSTA PARA A CATEGORIA NA ASSEMBLEIA, NOVAS CONCESSÕES FORAM INCLUÍDAS NA PROPOSTA APRESENTADA PELO GOVERNO, ENTRE ELAS A APOSENTADORIA AOS 25 ANOS DE SERVIÇO PARA AS MULHERES E O AUMENTO DO CET, QUE REPRESENTA UMA DESPESA DE MAIS R$ 50 MILHÕES PARA O ESTADO.

O SECRETÁRIO MAURÍCIO BARBOSA COMENTA SOBRE ESSAS NOVAS REIVINDICAÇÕES DOS PMS.

O prefeito de Irecê, Luiz Pimentel Sobral, no uso de suas atribuições legais assinou dois Decretos Municipais. O Decreto Nº 147/2014, estabelece que fica transferida a feira livre do dia 21 de abril de 2014 (segunda-feira), para o dia 22 de abril de 2014 (terça-feira), em razão do feriado de Tiradentes. Já o Decreto 137/2014, Estabelece ponto facultativo nas repartições públicas no dia 17 de Abril de 2014, excluídos desta previsão os expedientes nos órgão cujos serviços não admitam Paralisação.

O secretário da Segurança Pública Maurício Barbosa deu entrevista coletiva na noite desta terça-feira (15), após o início da greve da Polícia Militar, afirmando que assinou um documento em que o governo se comprometeu a cumprir várias medidas que foram discutidas com o coordenador-geral Marco Prisco em reunião antes da assembleia da categoria.

“Um documento foi assinado por mim, pelo comandante-geral e por um dos líderes das associações. Ficou decidido que estas propostas seriam assumidas pelo governo. Durante a deliberação da categoria, recebi uma ligação desta liderança, informando que estava tudo acertado para a aprovação do que havia sido acordado. Ainda assim, foi decretada a greve”, afirmou Barbosa.

A loja de móveis e eletrodomésticos Casasfreire.com do grupo Paulo Freire, localizada no bairro de São Caetano, em Salvador, foi saqueada por um grupo de aproximadamente 20 criminosos na madrugada desta quarta-feira (16), por volta das 2hrs. De acordo com informações de um funcionário da loja, ainda está estimado o prejuízo, no entanto perderam-se cerca de 70% dos produtos. Após o ocorrido a direção da empresa não abriu as portas e nem mesmo o escritório estaria funcionando. Tentamos contato com o empresário Paulo Freire, dono da rede de móveis, mas não conseguimos até o presente momento.

Após ser deflagrada a greve da PM na Bahia e no interior do Estado, várias lojas sofreram saques, arrastões e arrombamentos. O clima na capital baiana é de total insegurança, apesar que as forças armadas nacionais já estão na rua para conter ações dos criminosos.

 

O governador Jaques Wagner qualificou que a greve da Polícia Militar, anunciada na noite desta terça-feira (15), com as lideranças do vereador Marco Prisco (PSDB) e do deputado estadual Capitão Tadeu (PSB), tem cunho eleitoral. “Esse é um novo eleitoral e obvio que há uma contaminação, já que duas das lideranças são candidatas. A greve da PM é mais uma demanda política-eleitoral do que uma demanda da categoria, de fato”, insinuou o chefe do Executivo, no primeiro pronunciamento sobre a paralisação, em coletiva de imprensa na tarde desta quarta-feira (16), na sede da Governadoria. Para o gestor, ainda é “muito cedo” os possíveis danos eleitorais com o movimento paredista no pleito de outubro. “Obviamente a população fica desconfortável com a greve”, considerou. Wagner explicou que tentou, pessoalmente, negociar com as associações da polícia. Nos dias 10 e 11, ele mesmo apresentou a proposta inicial para a categoria e ficou acertado que eles voltariam com uma contra-proposta. Ao invés de trazer um retorno, os representantes resolveram marcar a assembleia. De acordo com o governador, não havia negociação de reajuste salarial, mas sim de modernização da corporação. Ele acrescentou que o Estado pagará, em novembro desse ano e outra parcela em abril, a GAP V, fruto da negociação do movimento paredista de 2012. 
Segundo Wagner, com o reajuste linear, a categoria teria ganho de 8% no total, o que deixaria os funcionários da PM com o sexto maior salário da categoria no país. “As pessoas estão confundindo diálogo e negociação com falta de autoridade. Vamos mostrar que essa autoridade existe no estado”, defendeu o gestor. Ele lembrou que já foi concedido pela presidente Dilma Rousseff a Garantia da Lei e da Ordem, para trazer Exército e Força Nacional para as ruas e recomenda que as população saia de casa. “Com as Forças Nacionais, as pessoas vão retomar suas atividades. Daqui até sexta-feira, já vai existir um clima de normalidade na cidade”, estimou. Após a paralisação ser decretada ilegal pela Justiça baiana, Wagner conta ter conversado com o ministro Joaquim Barbosa, que declarou que o entendimento do Supremo Tribunal Federal é de que as forças militares não têm direito de fazer greve. “Nós temos que tratar como uma coisa institucional”, estimou. O governador avalia que a paralisação deste ano deve trazer menos danos do que a última decretada pelos policiais. “Esse ano a greve está sendo menos danosa do que em 2012, porque os próprios policiais causaram pânico. Esse ano, isso não tá acontecendo ainda”, considerou. Sobre as possíveis punições acarretadas com a ilegalidade do movimento, ele diz que serão abertos os processos administrativos, no judiciário, que devem resultar desde absolvição a exoneração dos envolvidos. Segundo Wagner, a nova lista de reivindicações dos policiais, prevista para ser entregue nesta quarta (16), não foi  enviada pela categoria.

A presidente Dilma Rousseff assinou, na manhã desta quarta-feira (16), a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) e, de acordo informações do governo do Estado, cerca de 5 mil homens da Força Nacional e do Exército devem começar a atuar na Bahia a partir das 17h. Solicitados pelo líder do Executivo baiano, Jaques Wagner, os servidores federais substituirão os policiais militares do estado, que deflagraram greve na noite desta terça (15), e serão liderados pelo comandante da 6ª Região Militar, general Racine Bezerra Lima. O governo já tenta na Justiça obter a ilegalidade da paralisação policial. 

 

Preocupado com a segurança dos munícipes Ireceenses, o prefeito de Irecê, Luizinho Sobral, realizou uma reunião de emergência com o comandante da Polícia Militar, Josehilton Martins dos Santos e com a delegada da Polícia Civil, Lúcia Jansem, nesta quarta-feira (16). O gestor pretende estabelecer um plano de trabalho com o efetivo da Polícia durante o período da greve da PM, deflagrada nesta terça-feira. “Mesmo sendo de responsabilidade do Estado, estamos trabalhando para oferecer segurança aos munícipes durante a greve, e também estamos torcendo pra que haja um consenso entre Polícia Militar e o Governo do Estado” disse o gestor.

 

Já o comandante Josehilton Martins dos Santos, disse que todo efetivo da Polícia Militar, está de serviço e pronto para atender toda comunidade. Participaram da reunião, os vereadores Léo da Unibel, Magarida Cardoso, Toinho do Judô e Joilton Silva, presidente da Câmara.

O governador Jaques Wagner se reúne, nesta quarta-feira (16), às 13h, na Governadoria (Centro Administrativo da Bahia), com os presidentes da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo, do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargador Eserval Rocha, o comandante da 6ª Região Militar, general Racine Bezerra Lima, o chefe do Ministério Público Estadual, procurador Marcio Fahel, e o representante do Ministério Público Federal na Bahia, Pablo Coutinho. Na pauta do encontro, a avaliação da situação provocada pela greve dos policiais militares e tomada de decisões.

 Às 14h, logo após a reunião, o governador recebe a imprensa para uma entrevista coletiva.

O governador Jaques Wagner se reúne, nesta quarta-feira (16), às 13h, na Governadoria (Centro Administrativo da Bahia), com os presidentes da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo, do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargador Eserval Rocha, o comandante da 6ª Região Militar, general Racine Bezerra Lima, o chefe do Ministério Público Estadual, procurador Marcio Fahel, e o representante do Ministério Público Federal na Bahia, Pablo Coutinho. Na pauta do encontro, a avaliação da situação provocada pela greve dos policiais militares e tomada de decisões.

Às 14h, logo após a reunião, o governador recebe a imprensa para uma entrevista coletiva.

A presidente Dilma Rousseff assinou, na manhã desta quarta-feira (16), a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) e, de acordo informações do governo do Estado, cerca de 5 mil homens da Força Nacional e do Exército que chegaram hoje pela manhã devem começar a atuar na Bahia a partir das 17h. Solicitados pelo líder do Executivo baiano, Jaques Wagner, os servidores federais substituirão os policiais militares do estado, que deflagraram greve na noite desta terça (15), e serão liderados pelo comandante da 6ª Região Militar, general Racine Bezerra Lima. O governo já tenta na Justiça obter a ilegalidade da paralisação policial. 

 

O interior do Estado também começou a sofrer com os efeitos da greve deflagrada ontem, terça-feira (15). Em Irecê, há 476km da capital, a Polícia Militar de Irecê e Região informou que também aderiu à greve. Os policiais se apresentaram, mas seguem paralisados no 7º Batalhão. Atualmente, o município conta  conta com 325 militares e atende 23 municípios da região”. Segundo o comandante Josehilton Martins dos Santos, o efetivo está preparado (apenas) para manter a ordem social no município, evitando assim possíveis arrastões.

A greve da Polícia Militar da Bahia foi decretada como ilegal nesta quarta-feira (16), pela Justiça baiana. A decisão acolheu pedido do Ministério Público do estado (MP-BA) e determinou que todo o efetivo deve voltar imediatamente às atividades para a garantia da segurança pública. “Reconhecendo o caráter ilegal do movimento grevista e determinando às Associações Rés que suspendam a paralização sob pena de incidência de multa diária de R$50.000,00 (cinquenta mil) reais”, disse o desembargador plantonista Roberto Maynard Frank, que definiu ainda, em caráter liminar, que o governador Jaques Wagner realize imediatamente um plano de contingenciamento da segurança pública em todo o estado de modo a preservar os interesses públicos de segurança social e jurídica. “O risco à segurança pública e à coletividade é patente”, afirmam o procurador-geral de Justiça Márcio Fahel e o promotor de Justiça Cristiano Chaves na ação. O Supremo Tribunal Federal (STF) entende que militares e equiparados são proibidos de realizar greve. O movimento deflagrado nesta terça (15) fere, então, “frontal e diretamente, o direito constitucionalmente garantido à segurança pública”, afirma o MP-BA. A ação foi ajuizada contra o governador do estado e seis associações representativas da PM: a Associação de Policiais e Bombeiros e de Seus Familiares (Aspra), Associação de Praças da Polícia Militar da Bahia (APPM-BA), Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia (AOPM-BA Força Invicta), Associação dos Oficiais Auxiliares da Polícia Militar (AOAPM-BA), Associação dos Subtenentes, Sargentos e Oficiais da Polícia Militar da Bahia (ABSSO-BA) e a Associação dos Bombeiros Militares da Bahia – Associação Dois de Julho.

Atendendo a uma solicitação do governador Jaques Wagner, a presidente Dilma Rousseff assinou o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) autorizando o emprego das Forças Armadas na segurança pública na Bahia. As operações de GLO conferem aos militares condições de patrulha, vistoria e prisão em flagrante.

 O comandante da 6ª Região Militar, general Racine Bezerra Lima, assumiu o comando das operações e a Polícia do Exército (PE) já está patrulhando as ruas. A primeira leva de efetivos federais, com 5 mil homens, chega ainda no decorrer desta quarta-feira (16).

Nesta terça-feira (15), o prefeito de Irecê, Luizinho Sobral, entregou oficialmente para comunidade Ireceense, a Praça Chico Mendes, no bairro do Fórum. O evento contou com a participação maciça da população, que agradeceu pela bela obra. Jovens, idosos e crianças, todos estavam radiantes com o novo espaço de lazer construído pela Prefeitura Municipal de Irecê.

Em seu discurso, o prefeito Luizinho Sobral destacou a importância do novo espaço para comunidade, e garantiu que os investimentos nesta área vão continuar. O gestor falou das obras em andamento da Praça da Juventude e da Praça do Esporte e da Cultura, e anunciou a construção da nova Praça do Banco do Brasil e da Praça do Feijão. “Vamos construir novas praças na sede e nos povoados e oferecer espaços de lazer para população, melhorando a qualidade de vida do nosso povo”, finalizou o prefeito.

Estiveram no evento, os vereadores Espedito Moreira, Léo da Unibel, Toinho do Judô, Margarida Cardoso e Joilton Silva, além de secretários municipais.

Problemas como obesidade e sobrepeso afetam 39% das crianças brasileiras. O número representa um crescimento de 1.000 % em um espaço de 40 anos, informou o médico e pesquisador brasileiro Víctor Rodríguez Matsudo, um dos responsáveis pelo Estudo Internacional de Obesidade Infantil, desenvolvido em vários países. Matsudo considera a taxa “extremamente alta” e advertiu que a tendência é a porcentagem continuar elevada. “A tendência é dramática porque a quantidade de crianças com excesso de peso é muito maior do que a de que têm obesidade, de modo que em pouco tempo aumentará a quantidade de crianças obesas”, comentou. De acordo com os dados do estudo, a atividade física praticada pelos adolescentes é maior que a realizada pelas crianças na puberdade. Os adolescentes também praticam mais exercícios do que os que estão na escola primária. Matsudo também afirma que crianças de sete e oito anos “não estão fazendo nada, e não têm uma experiência agradável da atividade física, mas gastam o dia inteiro na internet porque as mães acham que é lindo que crianças com dois anos saibam usá-la”, relatou. Segundo o médico, há 90% de possibilidades de uma criança sedentária se tornar também um adulto sedentário. Para Matsudo, o país precisa “encarar as novas evidências”. O sedentarismo é a segunda causa de morte no mundo. “A prevalência do sedentarismo é a maior de todas as doenças”, disse. Informações do Terra.

O governo prevê um aumento do salário mínimo dos atuais R$ 724 para R$ 780 – ou exatos R$ 779,79 – em janeiro de 2015. A estimativa está no projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) enviado nesta terça-feira (15) ao Congresso. Será o último reajuste fixado pela regra atual de valorização da remuneração, que estabelece correção anual pela inflação mais um ganho equivalente ao crescimento da economia nacional de dois anos antes. O cálculo do governo considera inflação de 5,3%, pelo INPC estimado para este ano, mais a expansão modesta de 2,28% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2013.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (15) o reajuste tarifário da Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba), com efeito médio de 15,35% a ser percebido pelos consumidores. Para os consumidores conectados à alta tensão, o reajuste será de 16,04%. Já os consumidores ligados à baixa tensão, como os residenciais, o aumento será de 15%. As novas tarifas vigoram a partir de 22 de abril. De acordo com a Aneel, o principal componente do reajuste foi o gasto com a compra de energia, que aumentou 7,68% em relação ao processo tarifário anterior. A Coelba atende a 5,4 milhões de unidades consumidoras no estado.

Relatório da Secretaria de Estado de Massachusetts, nos EUA, divulgado nesta terça-feira (15), aponta que a Telexfree é uma pirâmide financeira que arrecadou cerca de US$ 1,2 bilhão em todo o mundo. As autoridades pedem, no documento de quase 50 páginas, o fim das atividades da empresa, a devolução dos lucros e o ressarcimento das perdas causadas aos investidores, os chamados “divulgadores”. Segundo o relatório, a empresa montou um esquema ilegal de venda fraudulenta de títulos. É solicitada a abertura de uma ação judicial para que sejam interrompidas as atividades da empresa e que os investidores sejam compensados por suas perdas. “Embora apresentado como uma mudança de paradigma em telecomunicações e publicidade, a Telexfree é meramente uma pirâmide velada e um esquema Ponzi (como também são conhecidas as pirâmides financeiras) que tem como alvo a trabalhadora comunidade brasileiro-americana”, diz a denúncia assinada pelo secretário William Galvin.

Com a força que as redes sociais exercem sobre a sociedade e em meio aos boatos que se instalam sobre a greve da Polícia Militar baiana, alguns grupos e internautas se mobilizam para espalhar informações falsas na internet. Durante esta terça-feira (15), dia em que a greve foi deflagrada, várias páginas falsas de portais como Correio24h e A Tarde foram espalhadas no Facebook e Whats App. Os internautas desconhecidos começaram a enviar as páginas, como imagem apenas, pelas redes sociais aparentemente com o objetivo de desmobilizar os policiais militares. Elas são manipuladas em qualquer computador, utilizando programas como Photoshop e até mesmo os navegadores. As imagens são manipuladas e distribuídas como “reprodução” de uma matéria de determinado portal.