logo lider noticias

Nordestinos atuam no desenvolvimento de pomada para tratamento de úlceras nos pés de diabéticos

Nordestinos atuam no desenvolvimento de pomada para tratamento de úlceras nos pés de diabéticos

Cientistas nordestinos irão atuar no desenvolvimento de uma pomada para tratamento de úlceras nos pés de pacientes com diabetes. A solução terá sua pesquisa baseada nos laboratórios da Universidade Estadual do Ceará (Uece) e os testes serão no ambulatório de pé diabético, do Centro Integrado de Diabetes e Hipertensão do Ceará (CIDH), em Fortaleza.

O estudo será financiado pelo Banco do Nordeste, através de recursos do Fundo de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Inovação (Fundeci). 

Entre os resultados esperados do projeto consta obter um produto capaz de cicatrizar completamente as feridas em tempo inferior a oito semanas, com melhor desempenho que os produtos comerciais atuais, que são importados. A expectativa é de que o projeto apresente os primeiros resultados em dois anos.

O medicamento conterá um potente composto neuroprotetor, antinflamatório, antioxidante e vasoprotetor (pinitol) e um composto antibacteriano, antitrombótico e vasodilatador (nitroprussiato), que será incorporado em nanoesferas de sílica para aumentar o tempo de liberar e absorver componentes tóxicos.

A expectativa é de que a pomada melhore a perfusão sanguínea na área lesada otimizando a microcirculação, evitando acidentes tromboembólicos e casos de amputação.

Segundo o Ministério da Saúde, que considera o Atlas do Diabetes da Federação Internacional de Diabetes (IDF), o Brasil é o 5º país em incidência de diabetes no mundo, com 16,8 milhões de doentes adultos (20 a 79 anos). A estimativa da pasta é que o país chegue em 2030 com incidência da doença em 21,5 milhões.

administrator

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *