logo lider noticias

Perfil falso nas redes sociais tenta se passar por prima do prefeito Di Cardoso

Perfil falso nas redes sociais tenta se passar por prima do prefeito Di Cardoso

Um perfil fake no Facebook com suposto nome de “Raquel Cardoso” está se passando por “prima do prefeito” Di Cardoso nas redes sociais. O intuito do perfil tem sido macular a imagem do prefeito, utilizando ofensas e agressões ao povo de João Dourado.
O prefeito Di Cardoso repudia veementemente as agressões e ofensas dirigidas à população de João Dourado. A família Cardoso, tradicional em João Dourado, sempre agiu com respeito e muita consideração pela população, não comungando com tais ofensas.

Cotidianamente observamos nas redes sociais inúmeros fakes. O que antigamente para ter uma falsa identidade era necessário construir um documento físico, hoje em segundos se constrói uma identidade digital.
Porém, é importante a disseminação da informação, para conhecimento dos criminosos virtuais desavisados, do perfeito encaixe desta conduta ao núcleo do tipo previsto no artigo 307 do Código Penal, assim como, no aspecto físico, como no digital o ato constitui, sim, crime previsto no Código Penal:
Art. 307. Atribuir-se ou atribuir a terceiro falsa identidade para obter vantagem, em proveito próprio ou alheio, ou para causar dano a outrem:
Pena: detenção, de três meses a um ano, ou multa, se o fato não constitui elemento de crime mais grave.
O tipo penal traz que a consumação ocorre, na forma dolosa, tendo como elemento subjetivo do tipo a forma especifica, com a criação de identidade para obtenção de vantagem em seu proveito ou alheio, ou para causar dano a outrem.

Usando de má-fé, e de forma criminosa, o perfil “Raquel Cardoso” tenta associar essas declarações ao prefeito Di Cardoso, visando manchar sua imagem com a população.

O alto índice de aprovação popular do prefeito Di Cardoso tem incomodado bastante os seus opositores políticos. E esse bom desempenho da gestão administrativa em João Dourado está fazendo com que os incomodados apelem para disseminação de fakenews, na esperança de induzir e manipular a opinião pública contra a imagem de Di Cardoso.
Como não possuem munição para atacar o prefeito, propagam verdadeiros absurdos principalmente em grupos de whatsapp. Essa prática é considerada prejudicial para a sociedade, pois pode levar a graves consequências, como a disseminação de boatos, a manipulação de opiniões e a desinformação do público em geral.
É importante lembrar que a disseminação de fake news pode ser considerada crime e as pessoas que praticam essa atividade podem ser responsabilizadas legalmente por suas ações, incorrendo no risco de responder por crimes de injúria, calúnia ou difamação. É sempre aconselhável verificar a fonte e a veracidade das informações antes de compartilhá-las.

administrator

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *