logo lider noticias

PL se estrutura para eleições de 2024 com olho em 2026

PL se estrutura para eleições de 2024 com olho em 2026

O presidente do PL na Bahia, João Roma, destacou nesta segunda-feira que os planos do partido de reestruturação e fortalecimento no estado visam o aumento da bancada federal e estadual nas eleições de 2026. “O PL elegeu 99 deputados federais, mas somente três são da Bahia. Nossa missão é fortalecer o PL na Bahia e ampliar a bancada”, disse Roma, em entrevista à Rádio UP, de Vitória da Conquista. Sobre a cidade, o dirigente também salientou que o partido buscará protagonismo nas eleições municipais de 2024, mas não descarta diálogo com a atual prefeita Sheila Lemos (União Brasil).

Roma entende que a estruturação da sigla e um bom desempenho nas eleições municipais do ano que vem pavimentará o caminho para que o partido tenha maior espaço nos parlamentos estadual e federal. “Vamos estruturar o partido por todos esse municípios”, declarou João Roma. Durante a entrevista para Rádio UP, o presidente do PL na Bahia reafirmou o interesse em trazer para o partido o vereador de Vitória da Conquista Ivan Cordeiro, atualmente no PTB.

“Sem dúvidas, temos todo interesse em atrair Ivan Cordeiro para o PL, um dos quadros que temos maior interesse nesse crescimento partidário”, destacou João Roma. Ele explicou que a intenção dele, expressada inclusive em reunião da Executiva do PL ocorrida na manhã desta segunda-feira, é aglutinar as lideranças ligadas às bandeiras defendidas pela sigla em todos os municípios.

Roma mencionou que, em Conquista, além de Cordeiro, há nomes como Edilson Gusmão, Comandante Rangel, Tayna Fogos, além dos deputados federais Roberta Roma, Jonga Bacelar e Capitão Alden, do primeiro suplente de federal André Porciúncula, e do estadual Vitor Azevedo, que tiveram boas votações no município. “Em todos os locais, queremos aglutinar essas figuras políticas”, reforçou.

Ao ser questionado sobre um possível apoio à prefeita Sheila Lemos em 2024, Roma reiterou que “a prioridade é ter candidatura própria. Onde for possível teremos candidatos próprios. Mas, a depender das pesquisas, é possível um entendimento”. O dirigente partidário apontou a diretriz do PL na Bahia: “Pela ligação com o presidente Jair Bolsonaro, precisamos buscar estar em lado antagônico ao PT”.

administrator

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *