logo lider noticias

TAVARES PARABENIZA BOTUPORÃ, CORRENTINA, ITABERABA, SALVADOR E SANTA RITA DE CÁSSIA

TAVARES PARABENIZA BOTUPORÃ, CORRENTINA, ITABERABA, SALVADOR E SANTA RITA DE CÁSSIA

O deputado Pedro Tavares (UB) protocolou na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) moções de congratulações em que destaca a passagem dos aniversários de emancipação política e administrativa dos municípios de Botuporã, Correntina, Itaberaba, Salvador e Santa Rita de Cássia.

Com 62 anos de fundação, Botuporã, no Território de Identidade da Bacia do Paramirim, festejou a data magna no dia 22 de março. Em sua moção, o parlamentar relatou a história de formação do município e lembrou que a região em que a cidade se desenvolveu era habitada inicialmente pelos indígenas tuxás. A chegada dos portugueses ao local se deu por volta do século XVIII. “O município nasceu com o primeiro nome de Fazenda Caititu, fundado pelos colonizadores portugueses Marques e Castros. Com o tempo, o lugar foi prosperando e outras propriedades surgiram ao seu redor, formando um pequeno núcleo urbano”, descreveu. O local se desenvolveu em função da agropecuária e se tornou um distrito. Em 1934, ganhou o nome de Botuporã, que na língua tupi-guarani tem o significado de Monte Belo.

O município de Correntina, no Território de Identidade da Bacia do Rio Corrente, comemorou o aniversário de 86 anos de emancipação no dia 30 de março. Antes denominado Nossa Senhora da Glória do Rio das Éguas, o local passou a se chamar Rio Correntina em 1891, até receber a nomenclatura de Correntina com a publicação do decreto estadual de 1938 que estabeleceu a autonomia da cidade.

Integrante do Território de Identidade do Piemonte do Paraguaçu, Itaberaba completou 147 anos de fundação no último dia 26 de março. “Itaberaba possui uma rica tradição cultural com diversas celebrações que promovem, a cada ano, os laços identitários e de pertencimento das pessoas à comunidade. A cultura é profundamente marcada pela tradição oral e tem, nos tipos humanos típicos do sertão, principalmente na figura emblemática do vaqueiro e tudo o que ele representa na memória popular, a base fundamental para suas manifestações”, afirmou Pedro Tavares.

Ao falar das festividades na capital baiana, que comemorou 475 anos no dia 29 de março, o parlamentar enalteceu a história da cidade fundada em 1549. “A sua história está vinculada à chegada dos portugueses na costa brasileira, mais especificamente na região da Baía de Todos os Santos, considerada estrategicamente propícia para a instalação de uma capital. Após diversos eventos históricos, a capital do Brasil foi transferida para o Rio de Janeiro e, mais recentemente, para Brasília. Porém, Salvador continua como um dos principais centros urbanos do Brasil”, contextualizou.

O deputado também destacou a beleza natural de Salvador, com ênfase para a orla da cidade, formada pelas águas do Oceano Atlântico. “Há ainda um belo conjunto histórico de casarios remanescentes da época da colonização. A cidade registra manifestações culturais e religiosas importantes, sendo conhecida, por exemplo, pelos festejos de Carnaval e Ano-Novo”, exemplificou.

Por fim, ao se congratular com o povo de Santa Rita de Cássia, município situado no Território de Identidade da Bacia do Rio Grande, o parlamentar parabenizou a cidade pela passagem do aniversário de 184 anos, comemorado em 26 de março. Com uma população estimada em 27 mil habitantes, conforme censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realizado em 2022, o município é banhado pelo Rio Preto, sub-afluente do rio São Francisco. “Em 26 de março de 1840, por meio da lei provincial no 119, ocorreu a emancipação política do até então povoado de Santa Rita do Rio Preto, que foi elevado à categoria de vila, cujo território foi desmembrado do município de Barra do Rio Grande. Uma vez que essa lei é de fundamental importância para a história do município, considera-se o ano de 1840 como sendo a data oficial de fundação da cidade”, explicou Tavares.

administrator

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *